terça-feira, 28 de julho de 2015

Por quê?


Eis um exemplo que gera muitas dúvidas na Língua Portuguesa. Quer saber o porquê?

Por que (separado, sem acento)

Deve ser utilizado nas frases interrogativas diretas ou indiretas. É um advérbio interrogativo. 

Exemplos:

Por que ela fez isso? (interrogativa direta)
Preciso saber por que ela fez isso. (interrogativa indireta)

Para tirar a dúvida, experimente usar a palavra "motivo" ou "razão" depois de "por que". 

Exemplo:

Preciso saber por que motivo ela fez isso.

Por que também pode equivaler a pelo qual, pela qual pelos quais, pelas quais, sendo o que, nesse caso, um pronome relativo. 

Exemplo:

Aquele é o vestido por que ela se encantou.

Caso haja dúvidas, substitua por que por "pelo qual, pelos quais, pela qual ou pelas quais". 

Exemplo:

Aquele é o vestido pelo qual ela se encantou.


Porque (junto, sem acento)

Estabelece uma causa. É uma conjunção subordinativa causal, ou coordenativa explicativa. 

Exemplo:

Ela fez aquilo porque quis.


Por quê (separado, com acento)

Usa-se em final de frase ou quando a expressão estiver isolada. 

Exemplos:

Ela fez aquilo por quê?
Ela merece ou não merece? Por quê?


Porquê (junto, com acento)

Equivalendo a causa, motivo, razão, porquê é um substantivo. Neste caso ele é precedido pelo artigo o. 

Exemplo:

Quero saber o porquê de não ter dado certo.

Fonte:

educacao.uol.com.br
gepepi.net

quinta-feira, 23 de julho de 2015

O Exemplo de Ricochet


Ricochet é uma cadela da ração gold retriever que nasceu em 25 de janeiro de 2008 em San Diego (EUA). 

Com 8 semanas de idade, ela subiu em uma prancha em uma piscina infantil e foi capaz de se equilibrar sozinha. A partir daí, ela passou a competir em campeonatos de surf para cachorros.

Ricochet tornou-se também um cão de terapia surfando com crianças com necessidades especiais, adultos com deficiência e soldados feridos.

Ela também participa de eventos junto a celebridades e já arrecadou mais de 400 mil dólares para causas humanas.

Um de seus vídeos já foi visto por mais de 4 milhões de internautas.

Fonte:

surfdogricochet.com

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Jovem com Síndrome de Down se torna modelo


A jovem australiana Madeline Stuart de 18 anos tinha o sonho de se tornar modelo; e ela conseguiu. Portadora de Síndrome de Down, Stuart lutou durante muito tempo contra a obesidade até conseguir perder 20 quilos. Adotando um estilo de vida mais saudável, ela pratica esportes como ginástica, natação e basquete. 

A jovem já havia sido procurada por várias empresas de roupas, cosméticos e acessórios, para trabalhar como modelo. Recentemente Madeline assinou contrato com a empresa norte-americana de roupas esportivas Manifesta.

Buscando valorizar igualmente todas as mulheres, a empresa é conhecida por trabalhar com modelos de padrões normalmente não procurados por outras marcas.

Fonte:

terça-feira, 7 de julho de 2015

Associação francesa cria rede social exclusiva para jovens portadores de reumatismo


Para lutar contra o isolamento de pacientes jovens com reumatismo inflamatório crônico, uma associação francesa lançou a rede social Rhuma'talk. O objetivo é promover a discussão da juventude, intercâmbio de informações e dicas para viver melhor com a sua doença e seus impactos na vida diária.

Dor nas articulações, rigidez na nuca, despertares noturnos, fadiga; estes são os sintomas de reumatismo inflamatório crônico que afetam não só os idosos. Algumas dessas doenças, incluindo a artrite, podem ocorrer inclusive na infância.

Um estudo feito pela Liga Europeia contra o Reumatismo, com jovens entre 18 e 35 anos, aponta que 32% dos doentes não se sentem confortáveis em falar sobre a doença com familiares e outros 22% também não conversam sobre o assunto nem mesmo com amigos.

A criação da rede social visa ajudar estes jovens a romper o seu isolamento e permitir-lhes a troca de conhecimentos. O site lembra ainda que os moderadores deste fórum não são profissionais e é essencial que se mantenha um bom acompanhamento médico.

domingo, 5 de julho de 2015

Curiosidade: Insetos feitos de chips


Todos os dias uma grande quantidade de componentes eletrônicos são descartados pelo mundo. Pensando em reutilizar estes materiais, a artista do Reino Unido Julie Alice Chappell, transforma estas peças em belas obras de arte. 

Julie aproveita velhas placas de circuito de computador e outros eletrônicos para confeccionar simpáticos insetos.

Ela diz que considera as cores metálicas brilhantes dos componentes tão bonitas e admiráveis quanto aquelas encontradas na natureza. 

Fonte: