terça-feira, 29 de setembro de 2015

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Vidas Cruzadas


Durante uma viagem ao Vietnã no verão de 2011, o fotógrafo francês Réhahn conheceu uma mulher que marcaria a sua vida. Bui Thi Xong, na época com 75 anos, trabalhava com o seu velho barco cobrando 2 dólares por um passeio turístico de 30 minutos.

A alegria de viver mesmo levando uma vida muito humilde, mostrou ao fotógrafo que os padrões de sucesso ocidentais não se aplicam às aldeias do Vietnã, e isso o fascinou.

A fotografia tirada da tímida Xong, viria a se tornar capa de um livro que o fotógrafo estava escrevendo, com a intenção de representar a felicidade independentemente da idade e da situação econômica. Réhahn prometeu ajudá-la caso o seu livro se tornasse um sucesso.

Seis meses depois, o mundo reconheceu a beleza escondida na fotografia, o livro obteve êxito e Réhahn cumpriu sua promessa.

Agora, Bui Thi Xong que transportava turistas no seu velho barco com alguma deficuldade, foi presenteada com um novo e já pode continuar trabalhando até quando puder, conforme é o desejo dela.