terça-feira, 11 de abril de 2017

Menina com Paralisia Cerebral faz Trabalho de Conscientização no Instagram


A exemplo de milhões de pessoas pelo mundo Christina Smallwood e sua filha Finley também se renderam à ideia de usar o Instagram como um diário. 

Através da rede social as duas vêm documentando cada novo dia de lutas e vitórias de suas vidas. Por meio do perfil @fifiandmo, elas dividem com mais de 60 mil seguidores o dia a dia atípico das duas. 


Finley tem paralisia cerebral com diplegia espástica, o que provoca rigidez nos músculos das extremidades inferiores do corpo. A menina de apenas três anos usa um andador, e recentemente passou por uma cirurgia cara para reduzir sua contração muscular e ajudá-la a caminhar. 


A ideia de compartilhar sua história começou no blog fifiandmo.com, porque Christina se sentia isolada como uma nova mãe de uma filha com necessidades especiais. Sua missão desde então transformou-se em uma oportunidade de espalhar a consciência, conectar-se com as famílias que têm histórias similares e levantar fundos para aliviar os custos associados às terapias e cirurgias. 

Ela acredita que Finley vai precisar de dezenas de cirurgias antes de completar 15 anos.

Fonte:


Fotos:

terça-feira, 4 de abril de 2017

Paraguai Põe em Prática Projeto Para Eliminar o Uso de Sacolas Plásticas


Desde o último sábado todos os estabelecimentos comerciais paraguaios passaram a cobrar pelas sacolas plásticas. Agora, as três primeiras são livres, da quarta em diante deve ser pago uma quantia que varia de acordo com o tamanho. 

O Ministério da Indústria e Comércio informou que a nova lei serve para promover a redução do uso de plástico visando proteger o meio ambiente. Este regulamento não se aplica apenas aos supermercados, mas também para auto serviços, despensas e lojas em geral. 

A partir de 1 de setembro de 2018 os sacos descartáveis passarão a ser substituídos por sacolas reutilizáveis certificadas. Já a partir de setembro de 2019, não será mais permitido o comércio de sacos de polietileno para uso individual. A ideia é a extinção gradual até 2023.

Fonte: